• facebook
  • twitter
  • youtube
  • blog
  • g+
  • email
  • abrigo de animais
  • quero adotar cão ou gato
  • adoção com responsabilidade

Dicas...

 

Agressividade em cães

A seguir iremos falar de uma questão muito comum entre cães, geralmente do mesmo sexo, porém, não é uma regra. São cães que apesar de muito dócil, são agressivos com os outros cães da matilha. Em alguns casos chegam a machucar ou se machucar. Já conheci situações de ataques até a morte. Isso se dá por diversos fatores, entre elas, dominância, pouca atividade física, disputa por espaço ou atenção (ciúmes). 

Depoimento: 
"Ela tem um temperamento fortíssimo, vive arrumando encrenca com as duas irmãs rsrsrs, mas ao mesmo tempo é muito carinhosa e companheira, é inteligentíssima, aprende muito fácil tudo que ensino à ela, e gostaria de umas dicas suas de como fazê-la aceitar melhor a companhia das minhas outras cachorras, é que às vezes ela até machuca a mais novinha e muitas vezes tenho que deixá-la separada (o que me corta o coração), mas eu fico sem saber o que fazer.... Bom fora isso ela está ótima..... "
 
Dica 1
Bem, na maioria dos casos eu até gosto de afirmar que atividade física é um dos principais fatores que levam a maioria dos desvios de comportamento, pois um cão possui muita energia, seja ele do tamanho que for, e precisa extrapolar, liberar esta energia, quando ele fica preso, acorrentado, sem estímulos, mesmo que esteja em uma fazenda ele precisa ser motivado a atividade. Ele transforma esta energia em agressividade, as vezes destrói objetos, ou ataca outros animais e até pessoas. Então uma boa caminhada, brincadeiras, bolinhas, cabo de guerra, etc, pode colaborar para que ele fique mais tranqüilo. Se existe uma disputa entre dois cães, é fundamental que esta atividade seja realizada em conjunto. Ande pelo menos 3 km com os as cães lado a lado, todos os dias.   
 
Dica 2
No caso citado acima é muito claro que a cadela agressiva esta tentando submeter a outra. Isso ocorre também por que você não a esta submetendo. Você deve ser a líder, sempre que presenciar as duas se entranhando, pequenos rosnados, já indicam um possível ataque. Utilize a técnica da garra. Com as pontas dos dedos no pescoço, submeta a cachorra até ela se deitar por completo e parar. E com uma voz enérgica diga “NÃO”,  Ou um som como “TICHSSS”. Faça isso quantas vezes for necessário, até que o comportamento mude. Isso pode levar horas, ou até dias, quanto mais enérgica e firme você for mais rápido ela responderá.  
 
Dica 3
Não de carinhos e alimentação antes da atividade física, pode parecer estranho mas os cães devem “pagar” pelo que comem, então antes das refeições, atividade, caminhadas e brincadeiras. É muito importante, que eles se alimentem juntos cada um em seu prato porém juntos, e você deve controlar com a mesma técnica da garra quando algum deles tentar agredir o outro.
 
Dica 4.
Nunca se esqueça de que você deve ser o líder do seu cão, cães precisam de liderança para serem equilibrados, sema sua liderança um deles tentara ocupar este cargo e ai começam as disputas. Ninguém pode brigar ou disputar comida sem a permissão do Líder.è o líder que fornece e libera o alimento, e cães só comem depois da caça (exercícios).    
 
Dica 5
Quando exercer a liderança seja firme e não brinque ou sorria ou tenha dó, não deve ser agressiva, pois a agressividade ensina o animal a responder com agressividade, seja firme e enérgica, com uma postura de liderança e de quem sabe o que está fazendo. É assim que as mães fazem com seus filhotes.
 
Procure ler ou assistir alguns programas do Cesar Millan, na minha opinião o melhor, se não o único, que entende de comportamento canino.
 
Voce pode ver esta e mais dicas em meu blog
 
Mauro Arruda
HTTP://caocomportado.blogspot.com