• facebook
  • twitter
  • youtube
  • blog
  • g+
  • email
  • abrigo de animais
  • quero adotar cão ou gato
  • adoção com responsabilidade

Dicas...

 

Dicas, o desafio de ter um filhote em casa

Os Desafios de Quem Tem um Novo Filhote

Eu conheço muita gente que ganhou ou comprou um cachorrinho neste fim de ano. A maioria dos bichinhos está com idade entre 3 e 6 meses, e os donos mais velhos mais ou menos de 3 a 6 anos.

Eu adoro filhotes. Eles são fofinhos, têm uma carinha de anjos desprotegidos, um rabinho que não para de abanar, e um “bafinho” de leite que eu acho o máximo.

Também gosto deles porque eles adoram brincar de morder (são filhotes de CRÃOCODILO), fazem xixi e cocô por tudo o quanto é lado, roem o móvel que é uma antiguidade que herdei da vovó, choram durante a noite toda, picam o jornal, destroem os brinquedos, cavam as plantas, e às vezes têm um “ataque” e saem correndo pela casa, como uns loucos, sozinhos, e derrubam tudo que estiver pela frente. Sobem no sofá, na cama, pulam nas visitas e lambem a cara da gente.

Pode parecer ironia minha, mas é verdade, adoro filhotes porque eles possuem esta energia única, esta vontade de “devorar” o mundo, esta curiosidade infinita e a possibilidade de a gente ensinar coisas fantásticas para eles.

Dá trabalho, é verdade! Nem todo mundo agüenta um filhote, nem todas as estórias acabam com um final feliz, mas eu ainda acho que se a gente tiver 60 % de disponibilidade, 70% de boa vontade, 80% de paciência, e 90% de bom humor, tudo acaba bem.

As necessidades dos filhotes são muitas, e não são só vacinas e alimentação. Filhotes precisam da interação com cães e pessoas diferentes. Precisam de supervisão, carinhos, educação, estímulos físicos e mentais positivos, exercícios, e muita paciência, entre outras coisas.

Muitas vezes é justamente pela nossa falta de conhecimento que as coisas começam a dar errado e acabam virando um grande problema. Cães medrosos, ansiosos, agressivos, ciumentos, destruidores, sem noções de higiene, inseguros, e sem entender que podem ser felizes como “cães” são alguns dos problemas mais comuns que encontramos nos nossos amigões, e que poderiam ser evitados, em grande parte, se nós tivéssemos alguns cuidados extras.

Se você tem um filhote, ou possui um amigo que tem um, não deixe de ver as nossas dicas de produtos. Esta seleção foi escolhida com muito carinho, para que você e o bichinho consigam superar as dificuldades naturais que existem no início de qualquer relacionamento, e em especial quando estamos falando de espécies diferentes. Vamos lá:

O Snuggle Puppie, por exemplo, simula a companhia de um irmãozinho, ou até mesmo da mãe do filhote, na hora em que ele vai dormir, amenizando a solidão que ele tem que enfrentar agora, pois este brinquedo reproduz a sensação que ele estava acostumado de ouvir e sentir a pulsação dos outros cachorrinhos, além de sentir o calor do corpo deles. Na verdade o Snuggle Puppie se torna um companheiro para o resto da vida do seu cão.

Para os filhotinhos ainda mais ansiosos, ou que já apresentam sinais de medo de barulhos de fogos e trovões, exite o D.A.P.-Feromônio Apaziguador de Cães, um produto importado de altíssima tecnologia, que libera no ar feromônios artificiais que simulam exatamente os feromônios liberados pela mãe quando está amamentando os filhotes. O resultado é que os filhotes (e até os cães adultos), se sentem protegidos, reconfortados e apaziguados, diminuindo consideravelmente o estresse do bichinho que tem que ficar o dia todo só, ou daqueles que tem medo. O D.A.P. também serve para prevenir problemas futuros de ansiedade de separação, de comportamentos destruitivos, ou de excesso de vocalização (cachorros que latem muito e uivam quando deixados sós).

Um “engano” que as pessoas cometem é forçar logo na primeira semana o filhote a fazer xixi e cocô no lugar certo. Veja bem, eu não estou dizendo que o filhote não deva ser ensinado e encaminhado para um lugar específico. Isso é bom, importante e positivo. O que não devemos fazer é bater, esfregar o focinho, deixar trancado, ou de castigo, um filhote que acabou de chegar e que ainda não tem laços fortes conosco. Excesso de pressão nesta fase, pode deixar seu filhote arredio, fazendo xixi e cocô escondidos, para o resto da vida, pode fazer com que o filhote passe a comer seu próprio cocô para esconder “a prova do crime” (embora filhotes possam comer seu próprio cocô por outros motivos), ou pode simplesmente tornar o seu filhote em um bicho que está sempre assustado e nervoso.

Para ajudar o filhote a fazer xixi e cocô no lugar certo é preciso MUITA supervisão, durante o dia todo. Para nos ajudar a manter a casa mais limpinha podemos usar o Papel Obedience ou o Limpet Pads que tem fitas adesivas para não sair voando no vento e para desestimular seu filhote a puxá-lo para um cantinho e picar, pedacinho por pedacinho.

O Papel Obedience é um papel super absorvente (textura semelhante aos filtros de papel) e atóxico que substitui o jornal com muitas vantagens. Diferente do tapete higiênico, ele pode ser usado para cães adultos e grandes (mede 60 cm x. 40 cm). Não suja o animal, sem o cheiro desagradável do jornal, resistente, e difícil de rasgar quando molhado.

E tem ainda a Bandeja Sanitária Pipi Dollys, um produto inovador e que é total sucesso de vendas. que propicia o que há de mais moderno para a higiene do seu cachorro, seja ele filhote ou adulto. Este sanitário, composto de duas bandejas, com uma “grade” na parte superior, foi desenvolvido para cães que os cães façam suas necessidades e ainda assim fiquem com as patas completamente secas e limpas, e para que o piso ou o carpete não fiquem com cheiro desagradável de xixi. É ótimo para quem acaba de ganhar um filhotinho e vai ter que ensiná-lo a usar um área específica como banheiro (o filhote aprende direto na Pipi Dollys), ou para cachorrinhos que já fazem no local correto.
Para os machinhos tem um acessório que evita que o xixi escorra pela parede quando eles levantam a perninha. Super prático e fácil de limpar.

Para ajudar a manter o peludo em um lugar restrito, sem que ele se sinta isolado ou aprisionado, diminuindo consideravelmente a ansiedade provocada por portas maciças fechadas utilize a Grade para Portas Tubline. Com trava de segurança ele se adapta em portas de 68cm a 133cm cm e pode ser montado por qualquer pessoa, sem necessidade de furar portas ou batentes para sua fixação. Uma tranqüilidade extra para você, seu peludo, e suas visitas.

Se o seu filhote tem o hábito de brincar ou comer as próprias fezes, você pode tentar usar uns comprimidos feitos de produtos naturais e totalmente seguros para o seu filhote chamado Anti-Coprofágico Deter, que deixa um sabor desagradável nas fezes do seu filhote. Parece incrível que seja preciso adicionar qualquer coisa para tornar um cocô com gosto ruim, né? Mas a verdade é que as fezes não são nojentas para os cães.

texto extraido da internet